LUMIERE

“O mundo impresso de luz
jamais para de crescer

Os reflexos dessa luz
jamais param no olhar

carregam o mundo pra junto da alma
(onde ele deve estar)

e o carregamos conosco.

O cotidiano se torna novo
A rotina se desfaz
As pequenas emoções multiplicam
Os muros simplesmente não existem
nesse mundo feito de luz”

________________________________

 

Fruto da excelente proposta do Cinema Com Rapadura, no cast dessa semana sobre o LINDO filme A Sociedade dos Poetas Mortos. Um bom retorno para esse blog que merece o subtítulo de meu depósito de idéias.

Anúncios

~ por jlavelino em 06/12/2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: